Vantagens e riscos do Mercado de Ações

Ações são títulos nominativos negociáveis que representam, para quem as possui, uma fração do capital social de uma empresa.

As ações podem ser:


Ordinárias (ON)
Concedem àqueles que as possuem o poder de voto nas assembléias deliberativas da companhia
Preferenciais (PN)
Oferecem preferência na distribuição de resultados ou no reembolso do capital em caso de liquidação da companhia, não concedendo o direito de voto, ou restringindo-o

As ações, ordinárias ou preferenciais, são sempre nominativas, originando-se do fato a notação ON ou PN depois do nome da empresa.

As ações também podem ser diferenciadas por classes: A, B, C ou alguma outra letra que apareça após o "ON" ou o "PN".

As características de cada classe são estabelecidas pela empresa emissora da ação, em seu estatuto social. Essas diferenças variam de empresa para empresa, portanto, não é possível fazer uma definição geral das classes de ações.

Retorno do investimento

O retorno do investimento dependerá de uma série de fatores, tais como o próprio desempenho da empresa, impactos econômicos (câmbio, inflação, juros, liquidez internacional, etc.), impactos políticos (períodos eleitorias, escândalos políticos, alterações no âmbito legislativo, etc.)

Vale ressaltar que ações são ativos de renda variável, ou seja, não oferecem ao investidor uma rentabilidade garantida, previamente conhecida. Por não oferecer uma garantia de retorno, este é um investimento considerado de risco.

Portanto é aconselhável que o investidor não dependa do recurso aplicado em ações para gastos imediatos e que tenha um horizonte de investimento de médio e longo prazos, quando eventuais desvalorizações das ações poderão ser revertidas.

O retorno do investimento é influenciado por uma série de variáveis, tais como:
- Macroeconômicas (taxa de crescimento da economia, taxa de juros, mercado externo, etc);
- Setoriais;
- de Mercado (impostos, mudanças nas regras de investimentos, etc);
- de desempenho da empresa;
- e Políticas (períodos eleitorais, escandâlos políticos, alterações no âmbito legislativo, etc.).

Riscos

É de suma importância que o cliente esteja consciente dos riscos inerentes a cada tipo de mercado, conhecendo não só as estratégias de operações como também os fatores internos e externos que podem impactar nos resultados e exposição ao risco de cada operação.

A Mirae Asset Wealth Management (Brazil) C.C.T.V.M. possui equipe qualificada disponível para assessorar seus clientes em casos de dúvidas quanto à exposição ao risco em cada mercado.

Como é formado o código das ações?

O código dos ativos da Bovespa é formado de acordo com a empresa emissora, o mercado aonde o mesmo é negociado, entre outros parâmetros.

Abaixo está um código de ativo negociada no mercado à vista:

PETROBRAS - CÓDIGO DE NEGOCIAÇÃO PETR4

PETR É a empresa emissora.
Neste caso, a empresa é a Petrobras. Todos os ativos da Petrobras negociados na Bovespa terão este mesmo prefixo.

4 É o tipo da ação/direito. No caso, trata-se de uma ação preferencial (PN).

Todas as ações negociados no mercado à vista são codificadas da forma acima.

Os tipos de ação/direito

Tipos diferentes de ativos recebem números diferentes, de acordo com a lista abaixo:

1 direitos relacionados a ações ordinárias
Por exemplo: PETR1 pode ser o direito de subscrição (compra) de uma ação ON da Petrobras dentro de um preço e prazo pré-determinado.
2 idem ao anterior, porém se aplica a ações preferenciais (PN).
3 ações ordinárias
Por exemplo: PETR3 é o código ações ordinárias da Petrobras.
4 ações preferenciais
5, 6, 7 e 8 classes especiais de ações preferenciais
Estas ações são chamadas de PNA, PNB, PNC e PND, respectivamente.
Por exemplo: USIM6 – Usiminas PNB.
9 recibo de direitos sobre ações ordinárias
Ativo que comprova direitos de subscrição sobre ações ON, por exemplo.
10 idem ao anterior, porém se aplica a ações preferenciais (PN).

Os códigos no mercado à vista também podem ser seguidos da letra B (por exemplo: TMAC3B). Isso significa que o ativo está admitido para negociação no Mercado de Balcão Organizado da Bovespa.

O que são Units?

Units (“unidades” em inglês) são ativos compostos por mais de uma classe de valores mobiliários, como uma ação ordinária e um bônus de subscrição, por exemplo, negociados em conjunto. As units são compradas e/ou vendidas no mercado como uma unidade.

O mais comum no mercado são units formados por mais de uma classe de ações, por exemplo: 1 ação ordinária (ON) + 2 ações preferenciais (PN). São negociados unitariamente, mas na prática, quem os adquiri acaba por comprar um “pacote” de ativos.

Units também são conhecidas como “certificados de depósito de ações” e recebem a numeração “11” conforme tabela abaixo.

NOME DO PREGÃO CÓDIGO COMPOSIÇÃO
ALL AMER LAT ALL11 1 ação ON + 4 ações PN
ANHANGUERA AEDU11 1 ação ON + 6 ações PN
ENERGISA ENGI11 1 ação ON + 6 ações PN
KROTON KROT11 1 ação ON + 6 ações PN
SANTANDER BR SAMB11 55 ação ON + 50 ações PN
SANTOS BRP STBP11 1 ação ON + 4 ações PN
SEB SEBB11 1 ação ON + 6 ações PN
SULAMERICA SULA11 1 ação ON + 2 ações PN
TERNA PART TRNA11 1 ação ON + 2 ações PN

Vantagens e riscos do Mercado de Opções

Opções são direitos de compra ou venda de um determinado lote de ações listadas na BM&F Bovespa, a um preço pré-estabelecido, para liquidação em data futura determinada.

Os investimentos em opções oferecem diversas vantagens e podem ser utilizados como uma estratégia tanto de especulação e alavancagem como de proteção (mais recomendado).

É o mercado em que são negociados direitos de compra e venda de um lote de ações, com preço e prazos de exercício preestabelecidos. Por esses direitos, o titular de uma opção paga um prêmio, podendo exercê-los até a data de vencimento (no caso de opção no estilo americano) ou na data de vencimento (no caso de opção do estilo europeu), ou revendê-los no mercado.

Quais são os tipos de opções?

Existem opções de compra e venda. Uma opção de compra confere ao seu titular o direito de comprar, enquanto a opção de venda confere ao seu titular o direito de vender as ações-objeto, ao preço de exercício, obedecidas as condições estabelecidas pela Bovespa.

As opções permitem que os investidores tenham a possibilidade de alavancagem e proteção da carteira de ações.

A partir do momento que o cliente atua como comprador de uma opção seja ela de compra (call) ou de venda (put), o risco máximo assumido por ele é a perda do montante total investido.

Quando o cliente atua como vendedor de uma opção de venda (put) a Mirae Asset solicitará a cobertura total da margem exigida, ou seja, a cobertura total da exposição inerente à operação.

A venda de opção de compra (call) pode gerar perdas superiores ao montante principal investido, situação em que o cliente é responsável por novos aportes de capital para o cumprimento das obrigações.

Retorno do investimento

O retorno do investimento é influenciado por uma série de variáveis, tais como:
- Macroeconômicas (taxa de crescimento da economia, taxa de juros, mercado externo, etc);
- Setoriais;
- de Mercado (impostos, mudanças nas regras de investimentos, etc);
- de desempenho da empresa;
- e Políticas (períodos eleitorais, escandâlos políticos, alterações no âmbito legislativo, etc.).

É de suma importância que o cliente esteja consciente dos riscos inerentes a cada tipo de mercado, conhecendo não só as estratégias de operações como também os fatores internos e externos que podem impactar nos resultados e exposição ao risco de cada operação.

Vantagens

  • Hedge = Proteção (Defender da perda de valor do seu capital)
  • Alavancagem dos investimentos (lembrando que quanto mais alavancagem maior o risco)
  • Alto potencial de lucro
  • Menos dinheiro em jogo
  • Diversas estratégias de operação
  • Possibilidade de lucrar em mercado de alta, baixa ou “de lado”

Riscos

  • Validade (as opções expiram todo mês)
  • Alta volatilidade (no caso de especuladores)
A Mirae Asset Wealth Management (Brazil) C.C.T.V.M. possui equipe qualificada disponível para assessorar seus clientes em casos de dúvidas quanto à exposição ao risco em cada mercado.

Código de negociação

O código de uma opção é formado por:
1 - código da ação adjacente (Exemplo PETR ou VALE);
2 - seguida do mês de vencimento (representado por uma letra de A a Z);
3 - e do número que indica o strike da opção (ou preço de exercício).

Tipos de opções

Opções de compra (Call): concedem ao titular o direito de comprar a ação-objeto por um preço pre-determinado até a data de vencimento da opção (modelo americano). Obrigam o lançador a vender a ação-objeto ao titular.

Opções de Venda (Put): concedem ao titular o direito de vender a ação-objeto por um determinado preço na data de vencimento da opções (modelo europeu). Obrigam o lançador a comprar a ação-objeto do titular.

Séries de Opção

Para serem negociadas, as opções precisam ter suas séries autorizadas à negociação em pregão pela BM&FBOVESPA e normalmente permanecendo válidas até o seu vencimento. As séries autorizadas são associadas a um símbolo formado por letras e números, que identificam o tipo da opção (compra ou venda), seu respectivo mês de vencimento e o preço de exercício, divulgados diariamente pela Bolsa.

Prêmio

É o preço da opção, negociado pelas partes por intermédio da Bolsa e pago pelo titular (comprador) ao lançador (vendedor) quando da realização do negócio.

Vencimento

3ª segunda-feira de cada mês ou no dia útil subseqüente.

Mês vencimento

Ao adquirir uma opção, o investidor pode exercer seus direitos sobre o ativo até a data de vencimento (modelo americano), na data de vencimento (modelo europeu) ou simplesmente revendê-los no mercado.

Tabela de vencimento de opções

Compra Venda Mês
A M Janeiro
B N Fevereiro
C O Março
D P Abril
E Q Maio
F R Junho
G S Julho
H T Agosto
I U Setembro
J V Outubro
K W Novembro
L X Dezembro

Exercício

As opções normalmente possuem um preço de exercício predeterminado. No caso de uma determinada série para um dado vencimento, normalmente a bolsa habilita a negociação em vários preços (também chamados de strikes) para direito. Assim, os investidores podem adequar suas estratégias para um determinado vencimento, escolhendo o preço de exercício que dá o melhor resultado para sua estratégia naquele mês de vencimento.

As condições de exercício também são determinadas pela bolsa, como horários antes e durante o dia do vencimento, e forma de liquidação e pagamento.

Horário para bloqueio e/ou exercício

Dias anteriores ao vencimento Dia do vencimento
exercício somente das 10h às 16h Apenas exercícios da série vincenda das 10h às 13h
*Lembrando que devido ao horário de verão os horários poderão ser alterados.

A liquidação

Física e financeira das compras e vendas de opções são liquidadas em D1, ou seja, um dia útil após a realização das operações.

Estratégias em opções permitidas através da Mirae Asset Wealth Management (Brazil).

As operações com opções, são operações envolvendo a negociação de direitos de compra (opção de compra/call) de uma determinada quantidade de Ativos, em data fixada, por preço determinado.

Trava de Alta ( Opções de Compra ou Call)

Formada por duas posições de mesma série e vencimento, compra de opção de preço de strike mais baixo, e venda de opção de preço de strike mais alto.

Ganhos: limitados à diferença dos strikes menos o custo de aquisição da estratégia.

Perdas: limitadas ao custo de aquisição da estratégia.

Financiamento de opções “ Lançamento coberto” ( Opções de Compra ou Call)

Financiamentos são estratégias envolvendo, a compra de ativo no mercado à vista e a venda de uma opção de compra desse mesmo Ativo no mercado de opções.

Opções de venda (PUT)

As operações de compra e de venda na mesma quantidade possuida estão disponíveis.

Disclaimer: Toda comunicação através da rede de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizada, nos termos da Instrução 380 da CVM. A BM&FBovespa e a Mirae Asset Wealth Management(Brazil) CCTVM LTDA. recomenda a todos os clientes a realização de cursos sobre mercado de ações. À vista ou de Opções para um melhor conhecimento dos temas tratados neste canal. A Mirae Asset Wealth Management (Brazil) CCTVM é uma Instituição financeira autorizada a operar pelo Banco Central do Brasil. O Conteúdo deste website não deverá ser reproduzido, distribuído ou publicado sob qualquer propósito, sem a prévia e expressa autorização por escrito e assinado por esta instituição.

Canal de Denúncia:

A Mirae Asset disponibiliza canal de comunicação aos seus funcionários, colaboradores, clientes, usuários, parceiros ou fornecedores para que possam reportar, sem a necessidade de se identificarem, situações com indícios e ilucitude de qualquer natureza, relacionadas às atividades da instituição.

As informações fornecidas serão tratadas de forma confidencial e restrita aos responsáveis pela análise e apuração das denúncias.

Ressaltamos que este Canal de Denúncia não deve ser utilizado para registro de reclamações de produtos e serviços. Para este fim, disponibilizamos o Canal de Ouvidoria, que pode ser acessado pelo e-mail ouvidoria.ctvm@miraeinvest.com.br ou pelo telefone 0800 601 2789.

Para realiza uma denúncia, clique aqui .